Rosa Inverso Rosa Inverso

10.6.22

O Fim Dos Heróis

 (Obs: Esse blog não acabou ainda por incrível que pareça, haha) 



Eu os via com  frequência quando criança, onde tudo tinha menos peso e mais esperança. Era tão fácil nomear e ver com destaque no caos. Aquela inocência fruto da ilusão e da mentira velada. 


IMAGEM: Pixabay\Google.

A verdade cai seca em meus olhos a cada dia e aceito com a sensação de uma traição sem sentido, pois os heróis que criei para me salvar não estão aqui e nunca estarão. Ah, criança idiota, você  demorou demais, esperando o nada, desarmada, vendo sua verdade errada.

Os heróis quais nomeou são de sangue, carne, ossos e erros, quase demoníacos, mas o maior erro foi seu, sendo capaz de  dar a eles seu ponto fraco como poder. Agora Vê o que causou.  O Tempo não é nada sem ação.

Agora, assista a queda, um a um, criança calada, o mundo sem heróis te aguarda.  


19.3.21

Não só romance: 4 Filmes que mostram "outros tipos de amor"

Oi, Gente! Tudo bem? Já parou para  pensar que na maioria das vezes quando ouvimos a palavra amor, a primeira coisa a  que vem a  cabeça é o amor romântico, estou certa? Daqueles que parece impossível, na verdade, é impossível mesmo, ou talvez a gente esteja acostumado a ver amor em uma vertente só, sendo que o amor é bem mais variável, se você meio que está cansado de ver esse sentimento mostrado de forma  rasa e limitada nos filmes. mas sempre se pode mudar as coisas, então senta a bunda no sofá, pois eu trouxe uma listinha com filmes que mostram as outras faces do amor.


IMAGEM: Unsplash\Google.






1- Um Laço de Amor




Um tio solteiro cria sua sobrinha prodígio desde bebê, e agora a prepara para a vida escolar, mas tudo muda quando a vó da menina aparece. Eu adoro esse filme, a relação entre tio e sobrinha chega a ser madura e engraçada, de cumplicidade. Vale muito a pena.







2- Sementes Podres




Um homem de ações questionáveis recebe a oportunidade de dar aulas pra alunos com problemas escolares, onde acaba refletindo sobre seu presente e passado. É muito bacana perceber como as relações nesse filme é desenvolvida, através da criatividade e acolhimento entre alunos e professor de um jeito leve, faz com que a gente recupere a esperança na humanidade.






3- A Estrada Interior







Vincent é um adolescente com síndrome de Tourette, depois que sua mãe morreu, seu pai acaba o internando em uma clínica e convence dois pacientes a viajarem com ele para espalhar as cinzas de sua mãe. Para começar vale um aviso que o filme aborda vários transtornos psiquiátricos, mas esse não é exatamente o foco, a amizade dos três perante seus próprios limites e diferenças, torna tudo mais e interessante.





4 - Desventuras em Série






Quase um clássico da sessão da tarde, Desventuras em série, conta a história dos irmãos Violet, Klaus e Sunny perdem os pais num incêndio e caem nas garras do terrível conde Olaf, que cria planos para tomar a fortuna das crianças. Pode até parecer estranho, mas esse filme é um bom exemplo para mostrar o amor entre irmãos dentre as dificuldades e problemas da vida unidos e de um jeito criativo. Dá até um quentinho no coração.









E aí? Gostou? Comenta aqui embaixo! Aproveita pra contar algum filme que você acha que cabe nessa lista.









Até mais!

30.10.20

Exercício de escrita para ajudar nas descrições e detalhes

Oi, Gente! Tudo bem? Sabe, na hora de escrever uma cena de uma história, os detalhes e as descrições podem ser cruciais para que tudo se torne mais real, ou até para que o leitor se sinta cativado, entretanto, em alguns momentos, nossa cabeça pode dar uma travada, impedindo a fluidez da cena. Isso acontece comigo o tempo todo, sendo assim acabei descobrindo um exercício que pode te ajudar a destravar.


 Imagem: Pexels.



Siga os seguintes passos:



1 - Escolha uma cena de um filme ou série aleatória e veja sem volume, para que não haja influência.



2- Ignorando o contexto da cena, o que você o personagem está pensando ou sentindo?



Quais são os detalhes que te remetem essa ideia?



Escreva detalhes, por exemplo:



"O lábio de fulana está tremendo de nervosismo, enquanto olha para fulano que esfrega as mãos lentamente no meio  da cidade iluminada por luzes em tons de verde e vermelho."



Anote tudo. Observe tudo.



3- Depois de escrever detalhada e minuciosamente a cena, faça o inverso, escute somente o áudio da cena, e perceba se consegue unir suas anotações com o que você ouve, construindo assim algo único.


Vale lembrar:



Pode ajudar a descrever cenas gerais ou mais detalhadas, tudo é uma questão de percepção, dependendo da cena, isso pode ser um pouco difícil e é preciso exercitar isso, dá um pouco de trabalho, mas no final compensa. Coisas pequenas são partes de coisas gigantes.





Dica final:



Outra vertente desse exercício, é a possibilidade de criar sua própria versão da cena, vale pensar no que você faria diferente, ou os detalhes que mudaria.









E ai, curtiu? Te ajudou? Me conta nos comentários aqui embaixo!



Até mais!






23.10.20

Playlist de Halloween

 Oi, Gente!  Tudo bem? Bom, o Halloween tá quase batendo na porta, e como esse ano tá meio complicado de fazer festa, eu pensei em algo pra não deixar essa época passar em branco de forma simples e como eu não falo sobre música faz bastante tempo por aqui, criei uma playlist pra você entrar no clima de Halloween mesmo na quarentena!


Playlist de Halloween
 Imagem: Pexels.


Playlist 






Então por hoje é isso. Me conta nos comentários se curtiu as músicas, combinadado? 

Até mais! 

9.10.20

Sempre aqui


Era  uma voz silenciada que ninguém ouvia, mas todo mundo sabia que existia. 

Sempre aqui


IMAGEM: Unsplash\Google.



Na quietude de memórias infantis, havia algo maior e mais poderoso, ou melhor, alguém, guardado a sete chaves, que se libertava aos poucos e surgia junto às sombras.

Não era um herói ou um vilão, certezas não haviam, tudo que restava era sua pureza e seu conforto destruído.



Mas ainda assim, tudo parecia tão grande, de alguma forma, completo e desafiador, exatamente como um céu azulado. Era imenso, infinito, mas não imutável, e às vezes múltiplos.

Uma criatura que se transforma diariamente nas sombras e nas cores, buscando sua própria imensidão e também se afogando nela. Isso era tudo que ela tinha. 

Mas isso não podia ser tudo pra sempre, não é? Se fosse, seria um sonho, daqueles que a gente se recusa acordar, porque sabe que essa sempre vai ser a parte mais difícil. Mudar sempre vai ser doloroso, e por mais que nós não tenhamos consciência a dor sempre aqui vai estar, nos obrigando a mudar, como um ultimato, que se repete.

Até o final.
© Rosa Inverso - 2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Brisa Scalabrini.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo